Turismo é prioridade para Tibério Dinis, Consolidar época alta e potenciar época baixo são objetivos

Tendo o setor do Turismo como mote, a candidatura do Partido Socialista à Câmara Municipal da Praia da Vitória visitou o Atlântida Mar Hotel tendo reunido com o seu gerente e proprietário.

Em declarações, Tibério Dinis, candidato socialista ao Município da Praia da Vitória adiantou que “a Praia da Vitória está numa fase crescente e em constante melhoria no sector do Turismo e essa deve continuar a ser uma prioridade e uma aposta para o futuro”, disse.

“Comparativamente com o período homólogo do ano passado, a Praia da Vitória registou já neste ano de 2017 um crescimento de 8,6% de dormidas referentes ao primeiro semestre” adiantou. Tibério Dinis acrescentou ainda que “o período de estadia na Praia da Vitória situa-se nos 2,8 dias e cerca de 60% dos turistas que nos visitam são portugueses e os restantes 40% são provenientes dos Estados Unidos da América, Espanha e Alemanha”, acrescentou.

Consolidar a época alta e potenciar a época baixa criando e promovendo iniciativas no concelho é uma das estratégias da candidatura socialista para este sector de atividade. “Orientaremos a estratégia para o turismo de natureza e desportos fomentando também espaços cobertos com potencial turístico e cultural”, disse. “Neste sentido daremos início ao processo com vista à criação do Museu da Base das Lajes, o Museu do Tesouro da Matriz e um Centro Interpretativo do Culto ao Espírito Santo junto ao Império da Caridade nas Figueiras do Paim”, disse.

A candidatura socialista pretende também dar todo o apoio técnico e financeiro necessário a candidaturas ou conclusão da execução de projetos das Juntas de Freguesia que são submetidos e avaliados para apoio da GRATER. São vários os projetos das juntas locais que se referem a temáticas também elas diferenciadoras mas relacionadas com a História do Concelho. A título de exemplo, Tibério Dinis indicou o Centro Interpretativo da Cultura do Ramo Grande em São Brás, o Museu do Ramo Grande na Vila Nova, o Centro Interpretativo dos Moinhos na Agualva, o Centro Etnográfico Casa do Camponês no Cabo da Praia bem como a Requalificação e Beneficiação do Museu do Carnaval na Vila das Lajes. “É fundamental estarmos nos próximos quatro anos lado-a-lado com as Juntas de Freguesia do concelho na execução dos seus projetos para que assim tenhamos também um desenvolvimento harmonioso e possamos desta forma explorar as potencialidades turísticas de cada localidade”, concluiu.