PROGRAMA PARTICIPATIVO

Obrigado a todos pelo vosso contributo. A votação das propostas decorre até dia 9 de julho, no Facebook, em @Tibério Dinis.

Sofia lemos
Criação de espaço para as mães e bebes de muda fraldas e amamentação nas zonas balneares.
1000€

Fernando Silva
A educação é muito importante para o desenvolvimento de qualquer região. A Praia da Vitória devia valorizar os seus jovens e apoiar para que possam estudar. Muitas famílias, principalmente as com vários filhos, têm dificuldades para possibilitar que os seus filhos possam ir para a universidade. A Câmara da Praia da Vitória já apoia com bolsas de estudo os jovens, mas acho que devia ser aumentado o número de bolsas de estudo, permitindo ajudar mais jovens do nosso concelho.
10000€ anuais

Carla Félix
Promover a cidade da Praia da Vitória com base na valorização nos desportos náuticos
0,00

Carla Félix
Criação de um plano de apoio as famílias numerosas especialmente as de classe média que nem sempre entram em programas de apoio criados por outras Instituições. Criação de um plano para fixação de famílias na cidade da Praia da Vitória
0,00

Ana Mendes
O turismo é apontado como um dos mais importantes setores para a economia. No concelho da Praia temos das melhores zonas balneares dos Açores, com piscinas naturais, com o maior areal e uma baía lindíssima. Temos recebido cada vez mais turistas, mesmo fora dos meses tradicionais (Julho e Agosto). Proponho que a época balnear no concelho seja alargada, dando uma resposta mais adequada e segura a quem nos visita. Pelo menos os meses completos de junho e setembro.
Custo dos nadadores-salvadores

Anónimo
Não foi há muito que a Praia era jovem, e eu ainda menina. Agora Cidade e um pouco sem vida, somos nós os jovens que mais sofremos com cada partida. Hoje contam-se as lojas,fecharam-se(nos) portas, mas continuamos de cabeça erguida. Mas, vale a pena acreditar na projecção desta Cidade que tem um tanto dos seus encantos, e que outrora já foi Vila. E é depois desta feita, que devemos cada vez mais realçar o que de melhor a Praia tem para dar. Junto ao mar, a criação de melhores condições de acesso aos passageiros no desembarque no cais da Praia, com a ligação da Riviera à marginal e até mesmo o possivel desenvolvimento de um parque de campismo nesta zona costeira é uma proposta a ponderar. Porque eu acredito, e porque nós achamos que o turismo veio para ficar.
/

anonimo
1. Execução de plantas de rua com os pontos de atração da cidade, (igrejas, pontos históricos, praias, comércio, jardim, etc...onde tenha uma breve descrição de cada ponto indicado na planta; 2. Inserção de serviços públicos na cidade, centralizados e que permita maior fluxo de pessoas à cidade; 3. Apoio direto a novas empresas e às existentes, programa que a ser criado terá de ser compatível com os existentes do governo, mesmo estes sendo reembolsáveis em parte com um prazo alargado para que haja crescimento e seja sustentável para quem investe no concelho; 4. Modificar o sentidos de algumas ruas, maior parte delas fazem com que as viaturas que circulem na cidade seja no sentido de saírem, o transito que a praia têm não justifica esta circulação, com um único propósito de escoar, quando o que se quer é exatamente o oposto. Há quem diga que a Rua de Jesus deveria de ser aberta novamente até à praça F.O....e porque não?
1

Cristian García
A concelho da Praia da Vitória tem no seu território as duas portas de entrada à ilha: porto e aeroporto. A minha proposta é a aquisição do dique norte do porto da Praia para situar ali o porto de passageiros e um novo terminal marítimo de passageiros, renovado e funcional. Só assim é que a Praia da Vitória poderá se ligar aos visitantes que entram por essa via.
15 milhões de euros.

Alexandre Correia
A minha sugestão é no âmbito da cultura e património histórico, e que me parece, a Praia da Vitória, não explora o grande potencial de ser uma segundo pólo importante de história local, nacional e internacional. Podendo divulgar de maneira mais popular o início do povoamento da região, podendo falar do edifício de São Lázaro e de um outro edifício que me parece ser um antiga capela próximo a zona de campismo. Também a possibilidade de passar para as gerações actuais e vindouras as duas quedas da Praia da Vitoria no século XVII e XIX. Sem esquecer a importância que esta vila teve nas Revoluções Liberais. Ainda esteja em um estado vegetativo, a história da permanecia inglesa e americano no âmbito da 2º Guerra Mundial e durante a Guerra Fria. Poderia ser de utilidade pública as antigas instalações na Serra do Cume na formação de um memorial da guerra. Sem deixar de divulgar o campo de Golfe, cemitério dos ingleses, etc…. Poderia requalificar os lugares de importância, que teria o custo mais elevado ou apenas através de placas informativas nos locais para informar ou através da aplicação da Paria. Assim o custo seria de valores mais modestos. Eu estaria disponível de forma voluntária a contribuir.
Os custos poderiam ser de 10,000 a 500,000 (?).

João Gonçalves
Continuação da marginal até a Riviera, e se possível ponte até ao cais dos cruzeiros, melhorar toda esta nova área com infraestruturas de lazer, cultura e restauração. Na minha opinião um dos melhores cartões de visita será esta fantástica baía! Este projecto enquadra-se nas especificações para ser financiado numa percentagem substancial pela Comunidade Europeia
6.500.000.00€

José Dutra Branco
"Parque Florestal Serra do Facho" – Mais Perto da Natureza no parque da cidade! Esta proposta vem valorizar a Serra do Facho como zona pública de lazer, educativa e de saúde e bem-estar, em que é privilegiado o contacto com a Natureza sobre a vista da bela Praia da Vitória. Este projeto deverá respeitar em pleno o ambiente, causando o mínimo impacto na flora e fauna que constitui o habitat natural desta linda serra. Assim a proposta é demarcar vários trilhos pedestres (horizontais e verticais) para que as pessoas possam passear na serra quer em modo de laser e relaxe quer em modo mais desportivo ou de atividades. Esta proposta pretende promover também serviço educativo no parque em torno da observação e identificação de espécies e praticas aventura (passeios escolares, passeios de grupos, geocaching, urban sketchers, entre outros). Para que se possa circular em segurança haverá nivelamento de terreno em socalco das zonas e áreas de trilho (existem vários parques com este tipo de inclinação que funcionam na perfeição, referências: Monte Brasil em Angra do Heroísmo; e Parque Quinta da Amizade na Encosta do Castelo dos Mouros). Hoje, apenas é aproveitada a ponta da Serra, com o seu miradouro e a escadaria, que nesta proposta será mais verde com mais jardim e arvores. Mas esta proposta é mais que isso, é aproveitar o potencial da encosta da serra desde a sua extremidade até ao final do Paul, funcionando em harmonia e equilíbrio com este promovendo uma Praia da Vitória mais moderna pela sua qualidade de vida mais verde e saudável para quem nela vive e para quem a visita.
177.000

Orlando Manuel Labrusco Felix Guerreiro
Orçamento participativo. Mais que promessas em tempo de campanha (promessas leva-as os vento) seria importante existir um orçamento participativo na CMPV. Este deveria ser feito em cada freguesia (1 projecto para cada) e 1 projecto para todos do concelho proporem a votação. Abraço
100 000?

Vasco Vieira
Feiras Mensais de Artigos em 2º Mão, os conhecidos Flea Markets.. enquanto estudante na Cidade do Porto, era algo recorrente. Com 10? de inscrição por vendendor, livre para quem quiser, desde comidas a roupas, tecnologia. (nada de lojas! Apenas as pessoas e os seus artigos de 2º mão)
Apenas uso de tendas (Ate n azona verde ao ar livre) nem tudo precisa dinheiro

João Pedro de Sousa Andrade
Rádio de Rua. Esta não é uma ideia inédita, no entanto só está presente na Praia da Vitória durante épocas especiais como o Natal, Festas da Praia entre outras. Seria interessante, sobretudo em momentos de recepção de turistas um sistema de som fixo nas artérias principais da rua da Praia da Vitória. De forma a termos assim uma animação de rua fácil, com a colocação de musicas regionais e de fundo. Como também uma forma de comunicar com a população que asseia pela Praia, promovendo locais, promoções, espaços.
1000? - 2000?

João Pedro de Sousa Andrade
Criação de uma associação ou de alguma plataforma , de forma a registar os jovens talentos do conselho. De forma de melhor identificar e colocar os talentos dos mesmos ao serviço da cidade da Praia da Vitória. Sendo este associação uma forma dos mesmo promoverem o seu trabalho e crescerem profissionalmente. E qualquer prestação de serviço dos mesmo ao Município seria em regime totalmente voluntário. Permitindo assim, ao Município da Praia da Vitória ter disponível músicos, compositores, pintores, dançarinos, actores. designer, designer de moda, criativos entre outros a sua disposição e em prol da Praia da Vitória
100? -200?

Rodrigo Martins Ormonde
Realizar um protocolo com a Universidade dos Açores para que os alunos, mais concretamente para os residentes no concelho, que esteja numa licenciatura possam ter a opção de fazer estágio nas empresas da Praia. A câmara ficaria responsável por contactar as empresas e posteriormente fazer o registo destas no programa Estagiar e assim ficaria mais fácil dos alunos encontrarem alternativas para estagiar. Penso que seria uma forma de integrar os jovens que estão perto de entrar no mercado de trabalho, metendo em prática aquilo que aprenderam ao longo de toda a sua licenciatura.
Penso que o custo desta iniciativa seria pouco ou mesmo nulo.

João Pedro de Sousa Andrade
Criação/Aproveitamento de alguma infraestrutura existente para criar na cidade da Praia da Vitória um espaço de exposição do seu património, história e talentos locais. De forma a constituir mais um ponto de atracão turística ou mesmo um espaço de lazer/arte para a população local.
1.000€ - 2.000€